quinta-feira, 9 de maio de 2013

Saúde Espiritual - Provérbios 4:20-27


Saúde Espiritual
Provérbios 4:20-27

Para se tomar decisões saudáveis e sábias, o homem dos nossos tempos está cada vez mais desorientado, pois, desde os mais antigos sempre ouvimos: “quando se está com a cabeça quente, não se toma decisões”. Exatamente! O homem pós-moderno anda de cabeça quente com relacionamentos instáveis – apesar de tanta facilidade para busca de prazer a dois –, finanças descontroladas – apesar de ganhar muito e – saúde precária – apesar de haver medicamentos e energético para extrair além do que seu corpo já combalido oferece. Isto é, o organismo e a mente andam no limite da “felicidade” tão buscada e cara demais para ser mantida.
Como saber escolher e viver uma vida saudável? Como ter saúde espiritual?

A Palavra de Deus, mais comumente no livro de Provérbios dá conselhos para quem deseja uma vida estável a partir da sabedoria, isto é, o saber viver.
Ao nos atentarmos para os versos vinte a vinte e sete do capítulo quatro, ocorre um chamado a guardar a mente e a vida. O princípio é: “Precisamos deixar em ordem o nosso interior”.
Isso parece difícil para uma sociedade cada vez mais pragmática que toma decisões em função do óbvio e prático e não pelos valores e princípios que nem sempre são inteligentes, mas sábios.
Essa sociedade toma decisões pelos olhos, pelos ouvidos e pelos pés.
Entretanto, aquele que busca uma vida saudável, toma decisões de dentro para fora, isto é, do coração. Entretanto, a pergunta que se faz: “O que influencia o coração de tal maneira que ele seja saudável para tomada de decisões saudáveis”?

Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos.
Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração.
Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo.  Provérbios 4:20-22



 O que podemos perceber?

1.       ATENTA – INCLINA – NÃO APARTE-SE – GUARDE-OS
O autor chama seu leitor a levar seus ouvidos e olhos para os seus ensinamentos e às suas palavras. Este é um chamado a estar sob a influência da verdadeira sabedoria, isto é, manter a mente totalmente influenciada e dominada por Deus e por Sua sabedoria. Este é o primeiro grande passo. Atentar, inclinar, não se apartar e guardar são imperativos que visam chamar a atenção daqueles que querem saúde espiritual e tomar decisões saudáveis, pois:

Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida. Provérbios 4:23

2.       GUARDA O CORAÇÃO – DELE PROCEDEM AS FONTES DA VIDA
Para os hebreus, o homem interior, o homem espiritual era o coração literal, também tido como centro das emoções.
A verdade que assimilamos aqui é que o homem interior, para estar em ordem, precisa estar bem com Deus, conforme seu contexto observado nos versículos anteriores. Quanto mais se assimila das verdades de Deus em seus ensinamentos e palavras, a vitalidade espiritual (saúde espiritual) desabrocha e se lança (transborda) em diversas direções (fontes – lit. saídas em hebraico – da vida). As fontes da vida transbordam em ações e decisões desse coração repleto das verdades de Deus.
Em suma, suas ações e decisões passam a refletir um homem interior renovado, saudável e pleno das verdades de Deus.
Um corpo saudável é reflexo de um coração saudável, logo, seus olhos, seus ouvidos e seus pés não serão meramente pragmáticos, mas sábios.
De dentro para fora, sua vida é saudável.
Entretanto, ele faz um alerta importante:

Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios.
Os teus olhos olhem direito, e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti.
Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam retos.
Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu do mal. Provérbios 4:24-27

3.       BOCA – OLHOS – PÉS
Ainda que você esteja sob a influência das verdades que lhe dão vida e o conduz a saídas/fontes (ações que transbordam essa vitalidade, esses ensinamentos, esse DEUS), é preciso tomar cuidado cm a boca, os olhos e os pés.
Nossa natureza não está totalmente curada, por isso, os olhos e ouvidos que são portas de entrada daquilo que quer contaminar o coração, precisam estar blindadas. Por exemplo, essa sociedade vive sob a influência do marketing e dos valores e princípios do consumismo. O coração deve contar com nossa inclinação e nossa atenção aos ensinamentos de Deus interpretando o que se vê e o que se ouve. Assim, os pés saberão por onde caminhar.

CONCLUSÃO
Se queremos viver uma vida espiritual saudável e tomar decisões saudáveis, vamos guardar as fontes da vida colocando-se à uma disposição mental para viver as verdades de Deus e nossas ações e decisões refletirão e nos conduzirão a uma vida espiritual saudável.
A partir dessa conclusão pergunte-se sobre a sua “correria”, sua maneira de administrar o seu tempo, aquilo que vem lhe causando estresse, sobre a sua saúde e a maneira como toma decisões.

No amor de Cristo,
Rodrigo, Pr.

Nenhum comentário:

Postar um comentário